Mais uma no meio da multidão?

24 de set de 2009

O tempo passa igual pra todo mundo, desde o milionário até o mendigo, desde a mulher mmultidaoais feliz do mundo até o detento esperando no corredor da morte, todos nos temos as exatas 24 horas por dia. E depende de cada um saber o que fazer com as horas que temos.
Se você acha correto gastar suas preciosas horas com um fardo pesado que nao se encontra mais na sua vida, que se encontra apenas no seu passado e portanto não existe mais de forma concreta e tangível, é uma opção sua. Se você acha correto gastar suas preciosas horas preocupando-se em se tornar um esqueleto humano por pura falta do que fazer e acha que assim vai driblar sua ansiedade, eh uma opcão sua também.
Mas saiba que, tem gente que gasta suas preciosas horas em um almoço gostoso e sem preocupaçõeses, deixando-se viver a vida em sua totalidade.
As vezes falta coragem pra resolver as coisas.
Do jeito que está, está muito cômodo, não aja de forma completamente infundada, você tem histórias pra contar então começe a viver!
Engraçado. Toda mulher gosta de ser tratada como menininha, mas agora nao é a hora disso! Chega de elogios e chega de críicas superficiais. Você não é menininha, é mulher, e tem que agir como uma. A borboleta que bate as asas aqui no Brasil, pode causar um furacão no Japão assim como uma pedrinha jogada no lago, provoca ondulações cada vez maiores.
NAO seja uma pessoa qualquer na vida de outra pessoa qualquer, tomando atitudes quaisquer e deixando a vida seguir QUALQUER direção!
O discípulo perguntou ao mestre Samurai como suportar a dor da crítica e como suportar a dor de ver alguém te difamando, entao o sensei meditou e respondeu:
-"O que acontece quando alguém vem até a sua porta e te entrega um presente que você não quer?"
-"Naturalmente recuso e a pessoa vai embora"
O sensei perguntou: - "E o presente?"
-"O presente vai emobra junto com a pessoa"
Entao os sensei concluiu "Assim é para as críticas e ofensas, se você nao as aceitar, quem abriu a boca para dizer tais palavras levará consigo de volta pra casa as mesmas palavras" ◦
Share/Bookmark

9 comentários:

Anônimo disse... Responder

Nossa... no words... falou tudo..
bjaoo miga

Tati disse... Responder

Boneca, você sabe que eu sempre concordo com você! Mas dessa vez eu vou concordar 2x mais, é isso que eu sempre digo pra todos! A vida está aí pra ser vivida e nao pra ser esquecida. "Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado
o dinheiro em imóveis ou ações, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida".

Anônimo disse... Responder

The way to go Day....:O)

Bjs Carrijo

Renan Barreto disse... Responder

Orientais são PHodas. Eu adoro filosofia oriental. Olha, sobre a vida... Não adianta ser ansioso nem comodista. Eu acho que a vida tem que ser normal. Cada um tem seu tempo e sua velocidade. A vida é plural em sua essência, então não há um padrão a ser seguido. Tudo é meio diferente, cada um tem uma vida, cada um traça um caminho, cada um é um...

BJo!!!

Valeu!!!!!!!!

Caio LM disse... Responder

Oi td bem?
estou passando aqui para conhecer seu espaço, já estou te seguindo =)
Adorei as palavras do Samurai
Um dia pretendo estudar a filosofia oriental, é bem interessante

bjos

Cristiano Contreiras disse... Responder

Dayane, é bonita a forma como você conduz seu blog: altamente harmonico, tem uma preocupação em escrever posts que causem certa reflexão e são, claro, bem atuais! Me identifico com isso, bastante. Vou te seguir, viu? bem de perto! Parabéns!

Revista Antimatéria disse... Responder

Muito bom o Blog. A Revista Antimatéria te segue.

http://revistaantimateria.blogspot.com

Cristiano Contreiras disse... Responder

Sou graduado em Publicidade e graduando em Jornalismo, cinema pra mim é uma paixão incondicional!

ah, espero, em breve, ter o Apimentário linkado aqui à sua lista de 'blogs', seu espaço é unico!

Obrigado pelo comentário e visita! até

Juliana Braga ♦ disse... Responder

Nossa, no words +1 adorei aqui, já tô seguindo rs *-*

Postar um comentário