Sim! Seja brega.

22 de nov de 2010

No commercial use. 
Credit "European Parliament/Pietro Naj-Oleari" Só existe um assunto no qual os seres humanos brigaram toda a humanidade – Quem manda mais.

HOMENS: Sejam misteriosos. A única forma de fazer com que uma mulher acredite que você é bom é sendo bom e se achando bom.
Antes que acreditem em você, você primeiro precisa acreditar em si mesmo. Não deixe passar mais de 2 horas sem dizer o quanto o castanho dos olhos dela reluz. SIM seja brega, mas na medida certa, as mulheres não resistem a um “galanteador” (gíria de avó).

Diga o quanto o cheiro dela te faz bem e como ela te faz uma pessoa melhor. Isso é um importante indicador. Ela não deve ser menor ou igual, deve te fazer um homem melhor, e você deve ser sábio o bastante pra reconhecer que precisa disso.
Elogie seu trabalho e reforce o quanto você a acha inteligente e, por favor, não seja um bebê chorão, mulheres NÃO gostam disso. As mulheres acham lindo homem sensível, mas nem tanto, tudo tem seu limite, deixe a parte da sensibilidade para nós - eternos corações derretidos.

MULHERES: Sejam absolutas e poderosas, se ele te deixou é porque não estava preparado para cuidar da pérola que você é, e cá entre nós, quem precisa de homens despreparados? Eu sei,a mamãe deles!

Perdoem meu humor negro. Acho que já deu pra perceber que quem vos fala é um tanto feminista. Bem, continuemos... Mulheres - saiam desse casulo que se esconde atrás de um cabelo “perfecto” de Barbie, unhas impecáveis e esqueçam essa mania de usar rímel pra ir pra praia! Se arrumem, mas nem tanto, sejam normais once and a while, é insustentável ter uma mulher montada o tempo todo, use a sua beleza a seu favor, de maneira que ela (a beleza) não seja a única fonte pra conquistar.

Estude artes, poesias, história. Leiam livros interessantes antes de dormir, queimem a revista “capricho” como num ritual de desapego. Sintam-se interessantes. Sejam interessantes, os impressionem! E por favor, não seja como um carrapato grudento, dê espaço pro moço sentir mais sua falta. ◦
Share/Bookmark

0 comentários:

Postar um comentário