Gente como a gente.

26 de set de 2011

“Pois o que faço, não o entendo; porque o que quero, isso não pratico; mas o que aborreço isso faço”– Rm 7:15.

A história de Paulo foi muito contundente se o compararmos com outros homens da bíblia. Paulo não foi simplesmente um homem comum, ele foi um soldado de grande valia que perseguia e matava cristãos! Dá pra imaginar? Todavia, ainda assim, Deus o escolheu e o chamou, sabe por quê? Porque Deus escolheu as coisas vis, desprezíveis deste mundo, e as que não são, para aniquilar as que são – 1 Co 1:28.

Nós seres humanos não somos diferentes de Paulo. Possuimos 3 aspectos essenciais que são as respostas para nossos pensamentos , comportamentos, e atitudes.

Temperamentos: Temperamentos são qualidades que já nascem com o individuo,é genético, ou seja, é aquilo que não é aprendido.

Caráter: é tudo aquilo que você é na sua intimidade e ninguém sabe, são atitudes repetidas diariamente que moldam o seu caráter.

Personalidade: é a sua identidade, em relação ao que os outros pensam ao seu respeito, mas que muitas vezes, não representa o que você é. (aquilo que você vê na outra pessoa, ou eles vêem em você).

Eu penso no processo de autoconhecimento que Paulo teve que passar a fim de fazer a sincera confissão: - Miserável homem que sou – Rm 1:25

Muitas vezes, somos guiados, dominados por desejos e impulsos que nos levam a fazer coisas que não queríamos, a freqüentar lugares que não nos edificariam. Ao contrário de sermos luz nas trevas, acabamos nos misturando com o pecado que chega sutil, sem alardes e quando menos esperamos, nossas vestes que deveriam estar limpas estão mais sujas do que a sola de nossos próprios sapatos.

Paulo teve suas vestes sujas um dia, como eu, como você. Atribuiu a si próprio o estado mais deprimente, o de ser miserável. Isso fez de Paulo um de nós. Gente como a gente.

Hoje Deus não nos desafia a não mais errar, mas a tentar acertar o alvo todo tempo. Ele não nos desafia a não desviar do caminho, mas a lutar com todas as nossas forças para permanecer nele. Deus nos desafia a entender aquilo que somos, compreendendo nossas fraquezas, mas acima de tudo a viver segundo o espírito e olhar para o alto que é de onde vem a salvação.

Portanto, não existe temperamento, caráter e muito menos personalidade, que não podem ser moldados, esculpidos e transformados pelo poder sobrenatural de Deus. Agora é hora, agora é tempo.

Portanto agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Rm 8:1

DM ◦
Share/Bookmark

1 comentários:

satire and theology disse... Responder
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário